Faça da segunda feira um dia útil
27/06/2016
Um segredo pra sofrer menos e ser mais feliz
30/06/2016

Se tem uma coisa que me irrita muito e me deixa cheia de indignação é ver as pessoas tentando tirar vantagem das outras. Usando a ignorância ou a falta de informação do outro pra sair ganhando desonestamente.

Pessoas que cobram valores mais alto que o justo, que se desviam de pagar o devido, e que abraçam meios fáceis de ganhar dinheiro e enganar muitos no caminho.

Às vezes isso acontece comigo, pessoas se aproximam tentando tirar vantagem e as vezes está tão escancarado que chega a ser ridículo que o outro tente me convencer de que é o justo.

Me recuso a aceitar ser refém de gente assim, por isso, pra minimizar ao máximo o risco pesquiso muito antes de me atirar no que me dizem quando estou precisando de um produto ou serviço.

Sei que existe gente honesta, mas pra não cair em ciladas, por que não se pode saber logo de cara quem é quem, tem que se informar, pesquisar, procurar, até se decidir.

O caminho da desonestidade tem ganho muitos adeptos e corredores pra si. Mas nessa correria desenfreada por ganhar mais do que o devido, é bem fácil notar o quanto essas pessoas patinam e não saem do lugar.

Ganham imerecidamente aqui e perdem sem saber o porquê ali. Tantos exemplos teria pra citar, mas poderia ser interpretado como em tom acusador e meu propósito aqui não é este.

O que pretendo ao escrever estas linhas é alcançar você que lê. Pra que olhemos pra nós mesmas e sejamos sinceras conosco se temos escolhido também caminhos assim, ainda que ocasionalmente, usando quem sabe o tal do “jeitinho brasileiro”.

Como essa expressão me aborrece! Colocando num patamar tão cheio de descrédito toda uma nação.

Sou brasileira, sim, mas digo NÃO ao “jeitinho brasileiro” que tira do outro, que pega pra si o que não lhe pertence, que busca caminhos fáceis pra ter sucesso.

Não é uma questão de sobrevivência como muitos dizem pra tentar se justificar, é questão de escolha e de caráter.

Pode até ser que os que escolhem trilhar o caminho das facilidades por meio da desonestidade, se dê bem muitas vezes e até alcance um certo “sucesso”, mas pode ter certeza que seu castelo é feito de areia, não tem fundamento e ao menor vento vai ao chão.

“Trabalhar com língua falsa para ajuntar tesouros é vaidade que conduz aqueles que buscam a morte.”
Provérbios 21.6

“Como a perdiz, que choca ovos que não pôs, assim é aquele que ajunta riquezas, mas não retamente; no meio de seus dias as deixará, e no seu fim será um insensato.”
Jeremias 17.11

Vale mais construir com caráter, disciplina e honestidade e ver tijolo a tijolo a construção da sua vida, da sua carreira, dos seus negócios ganhar forma; com base sólida, onde não há o que ser questionado ou posto em dúvida.

“Dois pesos diferentes e duas espécies de medida são abominação ao Senhor, tanto um como outro.”
Provérbios 20.10

O caminho da desonestidade pode trazer resultados aparentemente bons de imediato, mas eles não duram.

“A herança que no princípio é adquirida às pressas, no fim não será abençoada.”
Provérbios 20.21

O caminho da integridade pode ser mais penoso pra se construir algo bom, mas quando ganha forma é realmente bom e permanece sendo.


“Quem é fiel no mínimo, também é fiel no muito; quem é injusto no mínimo, também é injusto no muito.”

Lucas 16.10

Escolhe o caminho que quer pra si e percorra-o, ele determinará seu resultado final.

Até mais.


Siga-me nas redes sociais

Facebook

Instagram

Twitter

Pinterest

Denise Angeli
Denise Angeli
Sou cristã, casada e mãe de uma menina. Formada em Gestão de Recursos Humanos e líder do Ministério Adorai. Amante da arte, pratico algumas delas: Escrevo música e poesia, canto, fotógrafa e estudante de flauta transversal. E fui bailarina. Gosto de trabalhar para ajudar as pessoas. Tenho um objetivo que sigo sem descanso: Ser melhor a cada dia. Amo ler a Bíblia e vivo minha fé. Nem sempre falo dela diretamente, mas as coisas que falo e faço tem este fundamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *