Muita gente sonha com um casamento feliz, mas muitos fracassam na tentativa. Olhando pra muitos casais podemos ver um grupo de comportamentos que os levam a ter casamentos fracassados.

Pode ser que não seja o seu caso. Pode ser que você esteja no início do casamento e tudo anda bem, ou que já tenha muitos anos de casada e já tenha superado algumas crises conjugais, mas uma coisa todos nós podemos fazer, nos prevenir de futuros problemas.

Esteja você em problemas no casamento ou não, o conteúdo deste artigo pode te ajudar, e muito, a construir ou reconstruir um casamento feliz.

Seja começando pela prevenção, ou até pela correção, caso já esteja no meio de problemas no seu casamento.

A lista citada abaixo pode até não conter todas as coisas que podem estar te atrapalhando a ter um casamento feliz, mas com certeza se vigiar nelas suas chances de sucesso nessa área da vida será bem maior.

1- Orgulho, não reconhecer erros, nem se desculpar.

O orgulho com certeza tem sido um grande destruidor de casamentos. Saber reconhecer os erros e se desculpar, ao contrário do que muitos pensam não é sinal de fraqueza, mas de força, de caráter firme.

O orgulho só afasta o casal, por isso, se quer ter um casamento feliz precisa trabalhar em eliminar o orgulho da sua vida.

2- Mentiras

Mentiras acabam com a confiança e sem confiança casamento não sobrevive. Por isso, ao invés de contar mentiras pra evitar problemas, pense que é melhor enfrentar a verdade e ter a chance de reconstruir do que usar de mentiras pra evitar problemas de imediato, sendo que a mentira se tornará um problema ainda maior depois.

Quem mente não é digno de confiança, então, use de verdade, por mais dolorosa que ela seja é melhor que mentiras que escondem os fatos, mas que depois estouram como bombas piorando ainda mais as coisas.

3- Criticar o parceiro mais que elogiar

Com a convivência tão intima quanto a de um casal é inevitável que se perceba os defeitos do parceiro, mais do que no tempo em que apenas namoravam.

No entanto, muitos casais acabam se focando tantos nos defeitos que se esquecem das qualidades. O pior é que muitas vezes isso é verbalizado. E o que antes era absolutamente comum, os elogios, vão sendo substituídos por críticas, que muitas vezes não ajudam o outro a melhorar, ainda que essa seja a ideia inicial.

Conversem sobre o que pode melhorar e o que pode estar atrapalhando a boa convivência, mas busque elogiar mais do que reclama ou critica. Elogios ajudam mais que críticas. E que as críticas sejam feitas com o tom adequado de quem está ajudando e não acusando.

4- Deixar de lado gestos que demonstram admiração, carinho e interesse

Se enxergamos só defeitos no nosso parceiro inevitavelmente, ainda que não notemos, nos fechamos para o outro e até deixamos de demostrar as áreas que nos orgulhamos deles e que os admiramos.

Se quer ter um casamento feliz é fundamental enfatizar não só com palavras, mas com ações que apreciamos nosso cônjuge e temos admiração.

Pense nas coisas que fazia para o seu cônjuge quando ainda namoravam ou estavam no início do casamento. Pequenas surpresas, como preparar aquela comidinha que ele(a) gosta, deixar ele(a) escolher o filme que vão assistir, perguntando a opinião e se interessando de fato em qual opinião ele(a) tem. Demonstre interesse inclusive pelo o que está se passando na vida um do outro. Pergunte coisas como: -Como foi o seu dia?

5- Deixar de ser interessante

Estar casado com alguém é ter alguém que te conhece profundamente, mas isso não quer dizer que não possa continuar sendo interessante e continuar causando ainda mais interesse e admiração do seu cônjuge por você.

Não se acomode com o que já tem ou o que já sabe, busque aprender coisas novas, leia, se interesse por novos assuntos, se informe. Tenha conteúdo. Como é bom conversar com gente inteligente, ainda mais se esse alguém é nosso parceiro. E por que não ser assim pra ele também, né?

6- Desistir de cuidar do corpo, da aparência e da saúde

Há quem ache que por que já se casou não precisa mais cuidar do peso, do que veste, que tudo bem relaxar um pouco, como se precisasse estar com boa aparência só pra garantir que conseguiria casar, mas que depois de casado isso deixasse de ter importância.

Penso o contrário, depois que nos casamos aí que devemos nos cuidar mesmo. Por que além de nos cuidar pra nós mesmas, estamos nos cuidando pra estar sempre bela para o nosso amado e ele pra nós.

E também precisamos lembrar que a partir do momento em que estamos casados com alguém, passamos a representa-lo. Sim, a maneira como nos cuidamos diz muito sobre quem somos e sobre quem é nosso parceiro. Represente bem seu amado(a), cuide da sua saúde, da sua alimentação, da sua aparência.

7- Passar tempo demais com parentes e amigos

A partir do momento que nos casamos a nossa prioridade deve ser nosso cônjuge. É claro que há espaço na vida para os parentes, os amigos, mas sempre com equilíbrio. Nunca dando mais tempo a outras pessoas que ao cônjuge. A sua prioridade deve ser a pessoa com quem está casado(a). Seu cônjuge deve vir antes dos amigos chegados, dos seus pais, dos seus irmãos e até filhos.

Ficar tempo demais com os amigos ou com parentes e de menos com o cônjuge realmente atrapalha a relação. Inclusive é normal que o cônjuge se sinta inseguro, porque não sente ter um lugar de destaque na sua vida.

Por isso, priorize seu marido/esposa. Cada coisa tem seu lugar na vida e o cônjuge deve estar no topo.

8- Não fazer atividades juntos

E não adianta apenas passar tempo só de corpo presente com o cônjuge. É importante que o casal tenha atividades juntos.

Desde saídas e passeios com tempo pra conversar, ou fazer exercícios físicos juntos e até coisas mais simples como limpar a cozinha ou cozinhar enquanto conversam.

Atividades em casal fortalece a relação a dois!

Mesmo com a agenda corrida, achem um tempinho regularmente pra fazer algo juntos.

9- Não consultar o parceiro ao fazer compras importantes

Está comprovado que dinheiro, ou questões financeiras são a segunda maior causa de separações.

Sempre que for fazer alguma compra significativa consulte seu parceiro. Não importa se só um dos dois trabalham, ou se um ganha mais que o outro, as finanças são conjuntas, são do casal. A partir do momento em que casaram tudo o que é de um se tornou do outro, por isso as questões financeiras devem ser resolvidas e as decisões feitas a dois.

10- Quase nunca ter sexo

Não podemos deixar esse assunto de lado. Seria muito fácil ignorar esse tópico, mas a verdade é que ele tem grande relevância pra um casamento feliz e saudável.

Sexo faz parte da vida de um casal, é algo único, vivido apenas com essa pessoa tão amada. É algo só de vocês.

E ainda que haja períodos da vida em que tenha que abrir exceções, o sexo deve ser algo frequente na vida do casal.

Quando falo de exceções estou me referindo aos períodos em que é preciso se abster do sexo por alguma razão relevante, como algum problema de saúde, ou período de dieta pós parto etc. Nesses períodos é importante que o cônjuge seja compreensivo e paciente sabendo que é apenas uma fase que vai passar.

Apenas em casos como estes de real necessidade o abster-se por um período é normal. Mas de maneira geral, o sexo deve ser frequente e cada casal deve achar o equilíbrio e a frequência que é suficiente pra que ambos se sintam satisfeitos e plenos nessa área da vida.

Se há alguma coisa nessa área que te incomoda, e tenha se tornado motivo pra se distanciar e evitar a pratica, seja sincera e converse com seu cônjuge, pra que juntos achem a melhor solução.

O sexo deve ser um momento de carinho e de máxima intimidade, confirmando com todo o restante já citado aqui, que o casal está junto de corpo, alma e espírito.

Se quer ter um casamento feliz evite cometer esses 10 erros e troque-os por acertos.

1- Troque o orgulho por humildade;
2- Troque as mentiras por verdade;
3- Troque as críticas por elogios;
4- Acrescente práticas que demonstrem carinho e admiração;
5- Seja interessante e com conteúdo;
6- Cuide do seu corpo e da sua aparência;
7- Tenha mais tempo com seu cônjuge, que ele(a) ocupe o posto de prioridade;
8- Faça tempo pra fazer algo com seu amado(a) e pra conversarem regularmente;
9- Consulte o parceiro antes de tomar decisões importante e quanto as finanças, e
10-Façam sexo!

Tenho certeza que isso colaborará pra ter um casamento cada dia melhor!

Até a próxima


Siga-me nas redes sociais

Facebook

Instagram

Twitter

Pinterest

Denise Angeli
Denise Angeli
Sou cristã, casada e mãe de uma menina. Formada em Gestão de Recursos Humanos e líder do Ministério Adorai. Amante da arte, pratico algumas delas: Escrevo música e poesia, canto, fotógrafa e estudante de flauta transversal. E fui bailarina. Gosto de trabalhar para ajudar as pessoas. Tenho um objetivo que sigo sem descanso: Ser melhor a cada dia. Amo ler a Bíblia e vivo minha fé. Nem sempre falo dela diretamente, mas as coisas que falo e faço tem este fundamento.

2 Comments

  1. Neyma Mbay disse:

    Olá, gostaria de te dizer que gostei muito das dicas, com certeza é muito importante manter nosso casamento feliz, fazer dele a coisa mais preciosa que temos!
    Não sou casada, mas moro com meu namorado há dois meses e posso dizer que já precisava dessas dicas! Darei meu máximo.

    • Denise Angeli disse:

      Olá. Que coisa boa saber que as dicas já estão ajudando. É ótimo saber que meu trabalho é útil de verdade.
      O casamento é uma benção, mas precisa de investimento contínuo pra fazer funcionar bem.
      Espero que o blog Forte Delicadeza continue sendo benção na tua vida. Você é sempre bem vinda aqui.
      Um abraço, querida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *