Fixando-se fora da rotina
09/02/2016
Rute – Aceitando receber favor e bondade
11/02/2016

Faz uns dias que falei em parte nesse assunto, mas quero bater mais uma vez na tecla e quem sabe com este artigo alcançar mais pessoas e de alguma forma te ajudar a ter uma vida mais leve.

Se você estiver lendo isso na sua casa, pare um instante e olhe ao redor, o que você vê?
Se estiver no trabalho ou em outro local, faça essa observação quando chegar em casa.

Repare no que há em volta, o que você consegue perceber dessa observação?
Existe muitas coisas? Muitos móveis, muitos objetos de decoração, muitas roupas, etc.

Quantas dessas coisas você realmente usa, quantas delas estão aí apenas porque você gosta delas e não tem coragem de se desfazer?

Nós temos permitido que as nossas vidas sejam entulhadas de coisas e mais coisas que deixam nossa vida pesada.
Quanto mais coisas há no ambiente, mas tempo você terá que ficar ali limpando, por exemplo.
E porque dedicar tanto tempo em coisas que nem usa e que são desnecessárias na vida?

Nós temos permitido que nosso tempo seja roubado e somos nós mesmas quem arrumamos ocupações mascaradas de bens, que nos sugam a energia, o tempo e a disposição de fazer coisas bem mais legais.

De repente, faz tempo que você não tem um sábado pra brincar com as suas crianças, porque passa o sábado inteirinho limpando a casa.

Sim, limpar a casa é necessário, mas se não guardássemos coisas que não usamos, teríamos menos trabalho e mais tempo livre.

Pra quê ficar guardando algo quebrado, dizendo a si mesma que vai mandar para o conserto, se anos após ano o objeto continua ali sem ser consertado?

Pra que ficar guardando aquela roupa esperando o corpo dos seus sonhos se você continua comendo demais e fazendo exercícios de menos.

Alguma coisa precisa mudar, ou reeduca sua alimentação e inclui os exercícios ou desfaça-se dessas roupas que não servem e provavelmente nunca servirão se não mudar seus hábitos. Essas roupas acabam por deixar sua auto estima baixa e ainda fica com coisas entulhadas só pesando o ambiente e te dando trabalho.

A verdade é que quanto menos coisas no ambiente mais leve e aconchegante ele nos parece. Isso alcança nosso senso de humor, inclusive.

Faça uma revisão geral na sua casa. Separe um dia pra organizar cada cômodo da casa e LIVRE-SE de uma vez por todas das coisas que não servem mais.

Se é algo que está em bom estado, mas você não usa, venda, doe, mas não deixe mais em casa.

Quem sabe consiga levantar um dinheirinho extra além de ganhar mais tempo na vida.

AS vezes a gente pensa que não pode ficar sem essas coisas, mas isso NÃO é verdade.A maioria das coisas que entulham nossas vidas e nossas casas são coisas totalmente dispensáveis.

O que acontece é que nos acostumamos a viver no meio de tantas coisas e chegamos quase sempre a desenvolver um sentimento e um apego por elas.

Mas uma vez que, a gente se desfaz delas, consegue abrir espaço e tempo pra coisas bem melhores. Achamos mais tempo para as pessoas e menos para as coisas.

Desentulhe sua vida e tenha uma vida mais leve no seu lar. Proporcione isso a sua família também e ensine desde já seus filhos a não serem acumuladores de coisas, mostre a eles com o seu exemplo que ter menos coisas pode representar mais qualidade de vida, mais tempo pra conversas e brincadeiras também.

Ajude seus filhos a se desfazerem dos brinquedos que não brincam mais e dos que estão jogados nos cantos quebrados. Isso vai ajuda-los a terem a vida mais leve desde a infância.

Por uma vida mais boa e leve nos unamos.

Até mais.

Siga-me nas redes sociais

Facebook

Instagram

Twitter

Pinterest

Denise Angeli
Denise Angeli
Sou cristã, casada e mãe de uma menina. Formada em Gestão de Recursos Humanos e líder do Ministério Adorai. Amante da arte, pratico algumas delas: Escrevo música e poesia, canto, fotógrafa e estudante de flauta transversal. E fui bailarina. Gosto de trabalhar para ajudar as pessoas. Tenho um objetivo que sigo sem descanso: Ser melhor a cada dia. Amo ler a Bíblia e vivo minha fé. Nem sempre falo dela diretamente, mas as coisas que falo e faço tem este fundamento.

2 Comments

  1. Excelente texto me identifiquei muitoo amo guardar papeís kkkkkkk

    • Denise Angeli disse:

      Olá Andreia. Tudo bem querida?
      Pois é, né? A gente as vezes nem percebe, mas vai guardando uma coisa aqui, outra ali e quando vai ver essas coisas estão roubando o nosso tempo. O bom no meio disso tudo é saber que a gente pode melhorar. 😉
      Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *