Um namoro com etiqueta
02/09/2015
Série 3 em 1 – A peça problema enfim resolvida.
04/09/2015

Lendo a Palavra do Senhor, como faço constantemente, pois amo as Escrituras. Nela busco direção para as decisões, nela me alimento, nela me inspiro para o trabalho, etc.

Pois bem, lendo a Palavra de Deus, encontrei uma mulher  sobre a qual não me lembro de ter ouvido alguma pregação. Muito se fala sobre o filho dessa mulher, mas pouco se fala sobre ela.

Sua história e papel foi muito importante. Estou falando da esposa de Manoá, da tribo de Dã. Mas antes de falar dela especificamente vamos olhar para o contexto no qual ela estava inserida.

O povo de Deus havia feito o que o que era mal e Deus havia permitido que o Seu povo caísse nas mãos dos filisteus por quarenta anos.

Deus, então, decide levantar um homem que iria colaborar pra que o povo fosse liberto das mãos dos filisteus. Esse homem ainda seria gerado.

É aí que entra a nossa personagem de hoje. Uma mulher que pode até não ter seu nome citado na Bíblia, mas isso não tira seu valor.

Essa mulher não tinha filhos. E não tinha como ter, pois era estéril.

Mas ainda assim, lendo a história dela é possível perceber que ela e seu marido eram tementes a Deus. Ela era uma mulher de fé. Ainda que estivesse vivendo no meio de um povo corrompido, imagino que eles mantiveram uma vida obediente a Deus.

Chego a essa conclusão devido ao fato do que aconteceu em seguida. Entre tantas mulheres férteis, Deus escolheu essa mulher, uma mulher estéril. Creio que foi escolhida por casa do coração que tinha.

Um anjo lhe apareceu e lhe trouxe uma notícia, olha só:

“E o anjo do Senhor apareceu a esta mulher, e disse-lhe: Eis que agora és estéril, e nunca tens concebido; porém conceberás, e terás um filho.” Juízes 13.3

Que boa notícia! Um filho!

Para as mulheres daquele tempo, não ter filhos era motivo de vergonha. Normalmente mulheres estéreis eram desprezadas e consideradas sem valor.

Ainda assim essa mulher se manteve firme, ao lado do seu marido, o qual imagino que a amava e a valorizava.

Ser mãe era um sonho pra qualquer mulher. Imagina receber a boa notícia de algo tão esperado e que por tanto tempo lhe pareceu impossível…

Deus nos conhece e tem planos perfeitos para as nossas vidas. Ainda que hoje nos vejamos estéreis nos nossos sonhos.

Ainda que não estejamos vendo ainda, e que pareça algo distante ou impossível aquilo que o nosso coração anseia, como poderia parecer também para aquela mulher, isso não se fez motivo pra ela se esquecer de Deus.

Manter-se firme e fiel no tempo bom e mal, sem fazer o certo só pra ganhar algo em troca, é o mais importante.

Seja fiel a Deus na alegria e na tristeza. Seja fiel no tempo de fartura e no tempo de escassez. Seja fiel porque ama a Deus e porque você decidiu por esse caminho.

Aquela mulher foi fiel mesmo vivendo num tempo onde seu povo estava corrompido, mesmo seu povo tendo feito o que era mal diante de Deus, ela se manteve fiel a Deus, ainda que não vendo possibilidades de ter filhos e por isso ser tão mal vista pela sociedade.

Ela foi fiel por decisão. Independente da sua situação. Ela escolheu viver de maneira reta mesmo que as coisas não lhe parecessem favoráveis, que não tivesse filhos e estivesse, com o seu povo, sofrendo nas mãos dos filisteus.

Deus a recompensou. Deus a conhecia intimamente e a escolheu pra dar à luz um menino que teria um papel importante na libertação do povo de Deus das mãos dos filisteus… Quem seria esse menino? Sansão.

Seja fiel a Deus independente das circunstâncias. Creia que Ele pode fazer o que pra você parece impossível. Não seja o tipo de gente que só serve a Deus buscando algo em troca. Sirva a Ele por quem Ele é, assim como foi também a mãe de Sansão.

Que sigamos seu exemplo.

Semana que vem continuaremos falando dessa mulher. Ela tem algumas coisas importantes a nos ensinar. Coisas que serão úteis na nossa vida. Não perca!

Até mais, amigas amadas.

Siga-me nas redes sociais

https://www.facebook.com/fortedelicadeza

https://instagram.com/denise.angeli/

https://twitter.com/ForteDelicadeza

Denise Angeli
Denise Angeli
Sou cristã, casada e mãe de uma menina. Formada em Gestão de Recursos Humanos e líder do Ministério Adorai. Amante da arte, pratico algumas delas: Escrevo música e poesia, canto, fotógrafa e estudante de flauta transversal. E fui bailarina. Gosto de trabalhar para ajudar as pessoas. Tenho um objetivo que sigo sem descanso: Ser melhor a cada dia. Amo ler a Bíblia e vivo minha fé. Nem sempre falo dela diretamente, mas as coisas que falo e faço tem este fundamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *