Dois perfis. Qual é você?
26/03/2018

Faz um tempo que venho pensando no termo ESTAR.
Todos estamos em algum lugar nesse momento, mas nem sempre estamos de fato. Como assim? Vou explicar.

Podemos estar no trabalho e não estar ao mesmo tempo. O corpo está ali cumprindo horário, mas a mente vagueia por outros lugares.

Você é pago pra produzir e não para estar apenas de corpo presente. Então esteja inteira no que faz!

Podemos estar num restaurante bacana com o marido ou amigos e estar mais preocupado em tirar foto do prato, ou do que está acontecendo a volta, do que de fato estar vivendo estas coisas.

Você pode viajar pra um lugar lindo, mas se apenas ficar filmando e fotografando não vai ter memórias reais, aquelas que a mente registra, das sensações, dos cheiros, gostos, etc.

Podemos ser mães em tempo integral e isso não fazer muita diferença na vida dos filhos e do lar, se estamos apenas de corpo presente, e nossa mente distraída nas redes sociais a toda hora.

Estamos perdendo nossa habilidade de ESTAR. De apenas estar, 100% aqui!
De estar inteira, 100% no que estamos fazendo, no lugar onde estamos e/ou com as pessoas a nossa volta.

Somos bombardeadas por distrações que tem nos roubado de ESTAR.
E isso porque deixamos que aconteça.

Venho me policiando pra não fazer de minha vida um reality, onde cada passo é compartilhado nas redes, onde passo mais tempo dando atenção as notificações no meu celular do que ao que tem aqui perto de mim.

Quando me sento pra brincar com minha filha, me policio pra não ficar fotografando e filmando cada gracinha que ela faz, pra não perder de fato o momento com ela.

Não que nunca a filme, ou fotografe, na verdade eu até compartilho algumas coisas lá no meu Instagram, mas não quero gastar nosso tempo todo com isso, o tempo passar e não ter brincado de verdade com ela.

Quando meu marido está em casa abandono a telinha do celular pra curtir ao máximo nosso tempo em família também.

Ainda estou em exercício de não deixar que as distrações me roubem do que mais me importa, e eu sei que ainda tenho muito a aprender, mas mesmo ainda em aprendizado, posso afirmar que tem sido tão bom estar integralmente no que estou fazendo no momento.

Eu poderia estar aqui escrevendo e a cada minuto parando para dar uma checada nas minhas redes sociais, fazer uma pausa pra comer uma besteirinha, dar uma olhada rápida no youtube, etc.

Mas quanto tempo será que eu levaria pra terminar esse texto?

Qual seria a qualidade das minhas palavras e de quanta revisão seria preciso pra verificar se não cometi algum erro ortográfico ou de concordância?

Quando nos dedicamos em ESTAR inteiros, diminuímos até o refazer tarefas.

Ficamos condicionados a prestar atenção em tudo ao mesmo tempo (ainda mais nós mulheres que nos auto denominamos multitarefas), mas se quisermos viver plenamente cada coisa, cada fase e se não quisermos colecionar tanta culpa e arrependimentos, precisamos nos policiar e nos exercitar a ESTAR com mais qualidade, nos exercitar a estar inteiros.

Inteiros no trabalho, afinal, somos pagos pra produzir.

Inteiros com o marido/esposa que estão ao nosso lado com necessidades reais e as vezes a gente nem percebe. Que tem carinho e afeto guardados, mas que ficam pra depois por causa das distrações que nos fazem ir dormir em horários diferentes e sem dizer: Boa noite!

Inteiros com os filhos, porque a vida passa rápido e logo os filhos crescem e vão embora.

Inteiros no culto que tem momentos pra nos edificar e a gente perde pensando no que vai fazer ou com quem vai falar depois do culto.

Inteiros até mesmo ao estudar algo, ou em se dedicar a uma atividade física, pra ver progresso nessas coisas de fato.

Precisamos nos exercitar em ESTAR INTEIROS pra viver de fato cada coisa. Sem parecer que a vida está passando sem a gente ver, sem se distrair com o que não importa, sem perder momentos incríveis que estão bem na nossa frente ou em colecionar arrependimentos por não termos curtido a família que sempre esteve aqui, mas que pouco notamos.

Eu quero ESTAR de verdade! E você?
Vamos nos exercitar nisso?

Até a próxima.





Siga-me nas redes sociais

Facebook

Instagram

Denise Angeli
Denise Angeli
Sou cristã, casada e mãe de uma menina. Formada em Gestão de Recursos Humanos e líder do Ministério Adorai. Amante da arte, pratico algumas delas: Escrevo música e poesia, canto, fotógrafa e estudante de flauta transversal. E fui bailarina. Gosto de trabalhar para ajudar as pessoas. Tenho um objetivo que sigo sem descanso: Ser melhor a cada dia. Amo ler a Bíblia e vivo minha fé. Nem sempre falo dela diretamente, mas as coisas que falo e faço tem este fundamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *