Rute – Uma mulher singular
04/02/2016
Murmurador, eu?
08/02/2016

Porque gasta com aquilo que não é pão?

Nos acostumamos a viver num mundo onde é preciso comprar pra ser feliz, onde quanto mais se tem, mais feliz é, mas essa felicidade tem curta validade.

Nos acostumamos a comprar mesmo sem precisar e a ter nas compras alta satisfação.

Quanta ilusão temos vivido, e a verdade é que na maioria das vezes a gente nem percebe. Nos vemos atoladas de dívidas, nos vemos com necessidades incontáveis e uma carência interior cada vez maior.

Será que precisamos mesmo de tantas coisas? Será que realmente não podemos viver sem toneladas de coisas dentro das nossas casas?

Tenho experimentado algo novo nos últimos dias que tem me levado a refletir ainda mais sobre isso.

Fiz uma mudança parcial, hoje moro em duas casas, em cidades diferentes. Por conta do trabalho, meu marido e eu precisamos manter as duas casas funcionando.

Ao vir pra casa nova, optei por trazer o mínimo. Apenas geladeira, fogão, mesa, cama, e umas poucas roupas.

Se vocês pudessem ver como é pequena a quantidade de roupa que trouxe, ficariam impressionadas em como estou me virando.

Vou listar e acreditem se quiser…

8 vestidos, 2 blusas, 3 calças, 1 camisa, 6 calçados, 2 bolsas, 4 shorts, 4 saias, e algumas camisetas, essa é a única opção que veio mais farta. Deve ter umas 20 peças.

Trouxe poucos acessórios também, 3 cintos, 5 colares, alguns brincos, 1 arquinho, 2 anéis e 1 relógio… Só isso!

Pra não dizer que não trouxe mais nada pra mim, trouxe uma nécessaire de tamanho médio com o básico de maquiagem (1 BB Crem, 1 base, 1 pó, 2 blush, 1 lápis de olho, 1 delineador, 1 rímel e 1 batom e meus cremes hidratantes).

A verdade é que até este momento não senti falta de nada, acreditam?
Tenho certeza que se você precisasse se desfazer da maior parte das suas coisas viveria muito bem.

A grande questão é: Porque não nos conformamos com o que temos e ficamos sempre buscando por mais e mais?

Que tal investir essa fome por mais em coisas mais úteis, como por exemplo, aprender algo novo, ser melhor nos relacionamentos, etc.

De quê adianta ter tanto e não ter tempo pra usufruir porque precisa trabalhar cada vez mais pra pagar?
De quê adianta ter tantas coisas dentro de casa e ter que passar horas e horas limpando…

Reclamamos que temos muito o que fazer, mas a verdade é que arrumamos boa parte desse trabalho, por exageros nossos.

Será que precisa de tanta roupa? Precisa mesmo comprar mais um vestido se tem dezenas que nem usa?
Que tal deixar sua vida mais fácil, ficando só com o que usa?

Eu sei, desapegar de certas coisas as vezes dói. Nos acostumamos a ter aquela blusa que nunca usamos, mas que achamos linda dentro do guarda roupa. Mas está na hora de dar um jeito nisso!

Simplifique sua vida. Adquira só o que for usar, venda o que está bom e não precisa mais. Facilite sua vida.

Precisa mesmo de tanta coisa?

Se hoje você precisasse se mudar pra uma casa bem pequena o que levaria com você? É bem provável que seja só dessas coisas que esteja precisando e que o restante sejam só exageros com os quais nos acostumamos.

Vale a pena mexer nas coisas que entulham nossas casas e roubam nosso tempo e abrir espaço pra viver mais.

Pensa nisso!!!

Até a próxima

Siga-me nas redes sociais

Facebook

Instagram

Twitter

Pinterest

Denise Angeli
Denise Angeli
Sou cristã, casada e mãe de uma menina. Formada em Gestão de Recursos Humanos e líder do Ministério Adorai. Amante da arte, pratico algumas delas: Escrevo música e poesia, canto, fotógrafa e estudante de flauta transversal. E fui bailarina. Gosto de trabalhar para ajudar as pessoas. Tenho um objetivo que sigo sem descanso: Ser melhor a cada dia. Amo ler a Bíblia e vivo minha fé. Nem sempre falo dela diretamente, mas as coisas que falo e faço tem este fundamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *